Pirarucu: o que poucos sabem sobre esse peixe

0
Pirarucu o que poucos sabem sobre esse peixe

O que poucos sabem sobre o pirarucu?

Os peixes Pirarucu são uma espécie de peixes de água doce que podem morrer afogados.

Isso acontece porque o pirarucu possui uma adaptação na sua bexiga natatória, fazendo com que necessite retirar oxigênio não apenas da água, mas também do ar.

Essa adaptação permite que esses animais sobrevivam tranquilamente em regiões de rios com menos taxa de oxigênio na água, fator que é muito importante para muitas espécies.

Dessa forma o pirarucu consegue se adaptar melhor a ambientes que parecem impossíveis para outros animais viver, reduzindo, por exemplo, a competição por alimento e espaço (afinal, não é que pode atingir 3m de comprimento).

O maior peixe pré-histórico da Amazônia o pirarucu gigante


pirarucu

O pirarucu, um dos peixes mais antigos da Amazônia, se alimenta de outros peixes e pode pular da água para fazer um lanche - como um pássaro ou um pequeno mamífero terrestre. Suas enormes escamas são usadas como lixas de unhas por pessoas que vivem na área. Mas porque também é muito gostoso.

O pirarucu parece menos um peixe do que um torpedo pré-histórico. É o maior peixe de água doce da América do Sul, onde pode atingir mais de dois metros e meio de comprimento e pesar mais de 180 quilos. Como muitas vezes habita rios sem oxigênio, respira ar atmosférico, engolindo oxigênio com um pulmão primitivo chamado órgão labirinto, em vez de brânquias.

Alimenta-se de outros peixes e, se lhe apetecer, até salta da água para petiscar na forma de uma ave ou pequeno mamífero terrestre. Suas enormes escamas, que agem como armaduras ao nadar por corpos d'água infestados de piranhas, são usadas como lixas de unhas por pessoas que vivem na Amazônia. Ah, e mal mudou por cerca de cinco milhões de anos.

O pirarucu também é delicioso.


pirarucu

A carne do peixe - também conhecido como paiche ou pirarucu - é desossada, inodora e suave, tornando-se uma captura valiosa para pescadores locais e chefs de restaurante.

Mas como o pirarucu tem sido historicamente sobrepescado, o que obtemos nos Estados Unidos é criado em fazendas, muitas vezes do Brasil, Peru ou Tailândia. A população selvagem, no entanto, continua a diminuir.

Um estudo recente publicado em inglês descobriu que o pirarucu foi totalmente extinto em muitas comunidades pesqueiras no estado brasileiro do Amazonas, e se aproximando da extinção em mais da metade das outras comunidades pesquisadas. Mesmo quando os pescadores locais não conseguem encontrar nenhum pirarucu adulto, eles usam redes de emalhar para pescar peixes menores, muitas vezes capturando pirarucu juvenis no processo.

A pesca comercial de pirarucu é proibida no Brasil, mas as populações locais ainda pescam com pouca fiscalização ou regulamentação. A dependência do ar dos pirarucu os torna ainda mais fáceis de serem capturados; eles emergem a cada cinco a 15 minutos para respirar, momento em que são frequentemente arpoados, espancados e presos.

A boa notícia é que algumas comunidades estabeleceram regras de pesca para o pirarucu, incluindo a proibição das redes de emalhar e a imposição de tamanhos mínimos para suas capturas, o que levou ao ressurgimento das populações de peixes. Sem apoio do governo, no entanto, há pouco incentivo para instituir tais programas.

Esses programas, assim como aqueles que incentivam a piscicultura sustentável, são essenciais para a sobrevivência das diversas espécies de pirarucu. (Um dos coautores do estudo, Adriana, observou que três das cinco espécies conhecidas não são observadas na natureza há décadas.) O governo da região de Ucayali, no Peru, por exemplo, declarou em 2012 que O pirarucu não estava mais em perigo de extinção porque incentivou os moradores a se dedicarem à aquicultura em vez de cultivar folhas de coca para a produção de cocaína.

pirarucu

pirarucu

Será necessário tanto esforço no Brasil para salvar esses peixes pré-históricos da extinção na natureza. E quem precisa do vício da cocaína quando você tem um peixe de cinco milhões de anos para comer? Pirarucu receita.

Postar um comentário

0Comentários
Postar um comentário (0)

#buttons=(Aceitar e fechar) #days=(20)

Para melhorar a sua experiência no site utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios. Clique em Aceitar e fechar. Saiba mais
Accept !